Please reload

Posts Recentes

Mercado de alimentos: uma oportunidade de expansão para os negócios!

April 25, 2019

 

    O Brasil é referência internacional no mercado de alimentos. Tendo se consolidado como um dos principais exportadores do ramo alimentício nas últimas décadas, tal setor representa cerca de 10% de todo o Produto Interno Bruto brasileiro. Além disso, cada vez mais essa área têm se diversificado no território, abrindo novas oportunidades de investimentos aos negócios.

 

    Dessa maneira, conforme dados retirados do Relatório Anual da Associação Brasileira das Indústrias de Alimentos (ABIA), além do ramo alimentício ser o maior empregador no setor de indústria de transformação, este movimentou cerca de 642 bilhões de reais apenas em  2017. Ademais, seu faturamento cresceu em 2,08% no ano passado, tendo atingido 656 bilhões de reais, com previsão de crescimento para os próximos períodos. Nesse sentido, o país se encontra como o segundo Estado que mais exporta alimento no mundo, atrás apenas dos Estados Unidos, ocupando também uma posição de relevância nas importações.

 

    Possui destaque sobretudo na exportação de carnes e bebidas - como vinho, cachaça e café  - e, além disso ramos como o de frutas, sucos, chocolates e de produtos orgânicos, crescem cada vez mais na economia brasileira. Desse modo, cabe ressaltar também que se caminha gradativamente para uma produção autossuficiente e sustentável no mercado de alimentos. Em tal perspectiva, o território estabelece relação econômica com mais de 150 países apenas levando em conta o segmento de alimentos.  Assim, tem-se como principais compradores desses produtos: China, Holanda e Estados Unidos.

 

    Já em relação à importação, teve-se um crescimento nas importações de feijão, arroz e banana nos anos 2000. Entretanto, há a previsão de que, com o  aumento da produção alimentícia no Brasil, a compra de alimentos - principalmente básicos - diminuirá gradativamente. Desse modo, observa-se um cenário diverso e favorável à exportação de produtos nacionais, ao passo que, percebe-se uma diminuição na compra de produtos internacionais,apesar de ainda possuir relevância no comércio brasileiro. Nesse viés, tem-se um aumento da diversificação e presença dos produtos alimentícios do país no mundo, favorecendo a inserção de novas empresas em outros Estados.

 

    Ficou interessada(o) e deseja saber mais sobre o assunto? Podemos te ajudar! A F5 trabalha com a parte estratégica, auxiliando empresas nos processos de importação e exportação. Agende uma reunião conosco e marque uma conversa conosco!

 

 

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

​Páginas da F5