Please reload

Posts Recentes

Supply Chain: o que é e qual sua importância?

 

 

    As cadeias de suprimentos, ou “Supply Chain”, como são chamadas, se tratam dos processos de produção e transporte de diferentes produtos, começando na extração da matéria-prima e terminando na entrega ao consumidor. Assim, parte importante dessa cadeia de produção é o transporte, do qual o transporte marítimo é a modalidade mais usada, sendo responsável pelo transporte de quase 90% do comércio global, segundo a International Chamber of Shipping (ICS), principal associação comercial marítima do mundo.


   No mundo globalizado onde vivemos, os países possuem uma dependência econômica mútua, na qual o comércio constante permite a compra e venda de diferentes produtos, visando assim a estabilidade e desenvolvimento de suas respectivas economias. Com a disseminação do novo coronavírus para diversos países e as medidas preventivas adotadas por esses, como o fechamento das fronteiras da Alemanha e o fechamento dos portos chineses, a economia e o comércio interno e externo foram profundamente abalados, pois uma vez que a indústrias estão paradas ou com capacidade produtiva reduzida, elas não são capazes de atender a demanda usual, de modo a existir a possibilidade de que determinados mercados fiquem desabastecidos de produtos essenciais, como medicamentos ou equipamentos de prevenção, tais como máscaras e álcool em gel.

 

   Nesse cenário, aqui no Brasil já estão sendo tomadas medidas que visam proteger os portos e seus trabalhadores. Em nota emitida pelo portal do Senado Federal, foi assinada no dia 4 de maio uma nova Medida Provisória que visa ampliar as garantias de proteção dos portos e funcionários, considerados fundamentais em tal momento. A MP traz recomendações e alterações no modelo de funcionamento dos portos, de modo que possam continuar suas operações da forma mais segura o possível, segundo entendimento do governo. Você pode conferir o texto aqui.

 

   Além disso, a fim de proteger as cadeias produtivas, responsáveis pelo transporte de medicamentos e alimentos, fundamentais ao combate da epidemia, a Organização Mundial da Saúde (OMS), em conjunto com a ICS e a International Maritime Organization, tem destinado grandes esforços para estabelecer protocolos de segurança para prevenir e mitigar o contágio do Covid-19 em portos e embarcações. Essas medidas abordam desde aspectos como a higiene interna dos navios, como meios alternativos de acesso a bordo e novas rotas de transporte.

 

   A quebra das cadeias de suprimentos por causa da pandemia do coronavírus e o risco de desabastecimento a diversos países é a razão pelos esforços dos diversos órgãos internacionais para garantirem a segurança em ambientes portuários. Então, o comércio internacional, ainda que prejudicado, não está parado e continua como uma opção de empresas nacionais para amenizar o impacto da crise atual. Você pode encontrar nosso artigo sobre cinco motivos para Internacionalizar aqui.

 

   A F5 apoia e endossa as medidas preventivas recomendadas pela Organização Mundial da Saúde, que recomendam o isolamento social e a quarentena como forma de evitar um aumento repentino de casos de contágio, que resultaria no colapso do sistema de saúde nacional. Uma vez que o comércio internacional e as cadeias produtivas são essenciais a todos países, reforçamos o pedido para que aqueles que podem, fiquem em casa. Façamos nossa parte em apoio ao profissionais da saúde, dos portos e embarcações de transporte, para que consigam desempenhar seu papel fundamental em tal momento.

 

 

 

 

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

​Páginas da F5