Please reload

Posts Recentes

A relação Brasil-Alemanha: uma oportunidade para os negócios!

January 23, 2019

 

    Desde o século XX, o Brasil e a Alemanha começavam um processo de cooperação econômica, a qual se desenvolveria e se fortaleceria estrategicamente após os anos 2000. Na década de 20, por exemplo, o papel ativo do Estado alemão se deu na estruturação dos primeiros meios de transporte nacionais e, em pouco mais de uma década os dois países já possuíam fortes relações comerciais, principalmente devido às vendas de algodão. Entretanto, em 1940 esse fluxo mercantil é interrompido devido à Primeira Guerra, fato que prejudica ambas as partes. Então, de que maneira tal território europeu participa das exportações e importações brasileiras hoje?

 

    Em 2016, a Alemanha se encontrava  como a 3° maior economia do mundo em exportações e importações. Com ligação comercial dinâmica com o Brasil, o país é um dos maiores destinos do produtos brasileiros, movimentando mais de 12 bilhões de euros na economia entre os dois países. Essa relação contudo, não se restringe somente ao comércio, mas também  tem - se construído uma parceria estratégica que prioriza o setor tecnológico a datar de 2002.

 

    A importância de tal relação em escala global pode ser percebida em razão do  Brasil ter se consolidado com o mais importante parceiro comercial alemão da América do Sul. Além disso, a Alemanha se encontra na quarta posição entre os maiores importadores de produtos nacionais e as empresas alemãs já somam mais de 1500 no território brasileiro. Em relação às mercadorias exportadas com destino a tal país europeu, destacam - se produtos manufaturados, semimanufaturados e de base, a exemplo do café em grãos, minérios e resíduos de soja. Já em comparação às compras do Estado latino, sobressaem - se os bens industrializados, como os medicamentos e partes e peças para automóveis e tratores.

 

    Ademais, são diversos acordos para diminuir impostos, simplificar documentos e incentivar novos fluxos econômicos entre as duas nações. Apenas no segundo semestre de 2015, por exemplo, foram assinados cinco documentos para melhorar o ambiente de negócios entre os dois países.  Tem - se como fruto de tais negociações: o Acordo Bilateral para Evitar a Dupla Tributação, o Acordo de Associação entre o Mercosul e a União Europeia e Acordo de Reconhecimento Mútuo entre os Programas de Operador Econômico Autorizado. É válido também ressaltar que o Brasil é o principal fornecedor na União Europeia, o que favorece acordos envolvendo não só a Alemanha mas, além dela, a União Europeia.

 

    Ficou interessado em conhecer mais sobre as oportunidades do mercado externo? A F5  pode te ajudar! Não perca tempo e agende sua reunião conosco para conhecer mais sobre o cenário internacional.

 

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

​Páginas da F5