Please reload

Posts Recentes

O avanço da balança comercial brasileira no mês de setembro

September 13, 2017

 

Em menos de duas semanas do mês de setembro a balança comercial do Brasil mostrou um excedente de US$ 1,376 bilhão. Tudo isso são resultados de exportações no valor de US$ 4,560 bilhões e importações de US$ 3,184 bilhões. Neste ano, as importações já chegam a US$ 101,021 bilhões e as exportações, a US$  150,502 bilhões, com saldo positivo de US$ 49,482 bilhões. Esse superávit significa que as exportações brasileiras foram maiores do que importações de produtos de outros países.

 

Avaliação do mês

 

Em comparação com o mês de setembro de 2016, houve um crescimento de 21,2% nas exportações. Segundo o Ministério da Indústria, Comércio Exterior e Serviços,   esse aumento se dá em virtude do crescimento nos embarques de produtos básicos ( +28,7%, por conta, principalmente, de soja em grãos, milho em grãos, minério de cobre, minério de ferro e carnes bovina, suína e de frango)  e de  produtos manufaturados 28,7%, em função de aviões, óxidos e hidróxidos de alumínio, automóveis de passageiros, motores e turbinas para aviação, torneiras, válvulas e partes).

Entretanto, houve uma queda nas vendas de produtos semimanufaturados, ainda segundo o Ministério, são de  4,7%, em função, principalmente, de semimanufaturados de ferro e aço, celulose, óleo de soja em bruto, açúcar em bruto, manteiga, gordura e óleo de cacau.

Fazendo uma relação com o mês de agosto de 2017, ocorreu um avanço de 7,7%, em decorrência do aumento nas vendas das três, principais, categorias de produtos: manufaturados (19%), básicos (3%) e semimanufaturados (2%).

Já nas importações, teve-se uma média diária, até a segunda semana de setembro de 2017 (US$ 636,7 milhões) de 11,5% maior que a média de setembro de 2016 (US$ 570,8 milhões). Nesta analogia, houve um certo aumento dos gastos, sobretudo, com adubos e fertilizantes de 81,1%, equipamentos eletroeletrônicos de 29,1%, siderúrgicos de 27,3%, químicos orgânicos e inorgânicos de 15% e veículos automóveis e partes de 14,4%.

Com relação a agosto de 2017, as importações registraram um crescimento de 5,5% em função do aumento nas aquisições de adubos e fertilizantes com 48,6%, alumínio e obras com 45,6%, equipamentos mecânicos com 19,6%, químicos orgânicos e inorgânicos com 11,2% e equipamentos eletroeletrônicos com 8,4%.

 

Previsões futuras

 

Para o mercado financeiro, a expectativa para este ano, segundo a pesquisa do Banco Central, é que o saldo positivo da balança comercial alcance aproximadamente  US$ 61,5 bilhões. Já o Banco Central, porém, calcula um superávit da balança comercial de US$ 54 bilhões para o ano, com exportações de US$ 203 bilhões e importações no valor de até US$ 149 bilhões. O Ministério do Desenvolvimento, por sua vez, avalia um saldo comercial positivo acima de US$ 60 bilhões até o final do ano de 2017.

 

Nossa equipe, conta com estudantes comprometidos em realizar uma consultoria completa, contemplando diversas atividades. Entre em contato conosco por meio da página do Facebook  ou através do telefone (55) 98133-4090. 

 

Dados: Ministério da Indústria, Comércio Exterior e Serviços

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

​Páginas da F5